sábado, 13 de fevereiro de 2010

LISBOA, O SOL ESTA NOITE NASCEU SÓ PARA TI...

A noite, beleza infinita de ecos e sombras
A noite que ousa abraçar e diluir todas as formas
A noite onde mais que uma ausência se reclama a dor  
A noite, onde face ao luar nos apaixonamos pelo silêncio 
A noite, essa ausente de amor senão nas luzes.

Sem comentários:

Enviar um comentário