sexta-feira, 5 de março de 2010

O OBELISCO DOS RESTAURADORES

O obelisco dos Restauradores em Lisboa e situado na praça do mesmo nome, é um majestoso monumento que, curiosamente ou não…. mede 33 metros de altura.
Simbolicamente celebra a Restauração da Independência de Portugal, depois de 60 anos de domínio espanhol (1580- 1640), é adornado nos lados norte e sul com dois anjo, sendo o anjo masculino da autoria de Alberto Nunes e o anjo feminino realizado por Simões de Almeida.
O obelisco deve-se a António Tomás da Fonseca e foi construído em 1886 por subscrição nacional, promovida pela comissão central do 1.º de Dezembro.

O Anjo Masculino
Representa o Génio da Independência representado por Prometeu liberto pelo seu Irmão Epimeteu.
Mercúrio Prometeu é a denominação de Mercúrio quando este aparece como estrela matinal. Prometeu é uma palavra grega (Προμηθεύς) que significa "premeditação", reflexão prévia. Na mitologia foi Prometeu quem roubou o fogo e o entregou aos homens. Dai a designação para o Mercúrio matinal ou oriental, por considerar que os nascidos sob esta configuração têm uma mentalidade mais avançada, progressiva. Por outro lado, Prometeu seria a mentalidade mais introvertida. Seria o tipo de mentalidade despreocupada com normas e tradições, despreocupada inclusive com o passado. A preocupação de um Mercúrio do tipo Prometeu é a da preparação e antecipação para o futuro. Ele é o que pensa antes de agir.

O Anjo Feminino
Representa a contraparte do Senhor da Luz Restauradora, a Rainha do Mundo, Io, Ísis ou Algol, podendo-se corporificá-la também como a "Luxcitânea(1) Triunfante", a Entidade que coroa e abençoa Lisboa, Portugal e o Mundo com a Palma da Vitória. Na destra ela segura o laurel da mesma Vitória Nacional e Espiritual, a grinalda expressiva de "A Grande Mãe", estando as restantes predispostas em grupos de três nos pontos cardeais do monumento.
As Armas nos lados deste assinalam as forças temporais da guerra e da morte derrotadas pelos poderes intemporais da razão e do espírito, estabilizados no pólo de atracção energética que é o Obelisco.

(1)Luxcitânea (Lusitânia) – Terra dos Filhos da Luz

Sem comentários:

Enviar um comentário